03:52

Artigos relacionados

4 Comentários

  1. 1

    Valério

    Parabéns pela matéria e a homenagem merecida ao J. Baranda.
    Meu pai acompanhava muito futebol e muitas vezes me levou ao campo do Caratinga. Me lembro muito bem do Senhor Jota Baranda transmitindo os jogos, bem como da voz marcante do Senhor Eurico e do Senhor Messias. Os comentários do José Carlos Cerqueira e do Professor Munir.
    Mas creio que um dos grandes nomes do esporte em Caratinga foi o Senhor Nelson Souza, com o qual tive a honra de trabalhar na Prefeitura Municipal, quando o Senhor Dário era o prefeito. Ele conhece tanto de nosso futebol que editou um livro juntamente com o professor Munir. Creio que ele ainda esteja vivo, bem como creio que uma entrevista com ele completaria com chave de ouro a matéria de vocês.
    Muito bom saber que vocês valorizam os que fizeram história em nossa cidade.
    Na oportunidade, gostaria de parabenizá-los pela homenagem ao Camilinho e seu Jararaca Alegre.

    Responder
  2. 2

    Geraldino cevidanes

    Parabéns pela matéria, hoje moro em Leopoldina mas sempre que posso vou visitar minha família ai na terrinha,me lembro como se fosse hoje o João Barandir como era seu nome na Transcolin e depois como motorista de caminhão tanque transportando combustível de Vitória para Caratinga sempre que chegava de viagem ia correndo para o estadinho do Carmo para assistir os treinos isso la nos anos 74/75/76/77/78 e no domingo pegava seu gravador e tendo como repórter de campo e comentarista o Zé Américo ou Zé Linguiça e narrava com muita emoção, me lembro de um jogo entre Esplanada e Associação de Bom Jesus do Galho o goleiro estava fechando o gol e o João Barandir gritava a todo momento seguuuuuuuuuuuuura Lalado e o bordão pegou, quando o Esplanada fez o gol ele chamou seu comentarista fala Zé Linguiça e o Zé olhou com cara feia não gostava de ser chamado de Zé linguiça mas comentou o Mario deu uma paulada no pau do gol e o Paulo Maecio meteu a leitoa pra dentro, isso também ficou marcado, e ate hoje a quase quarenta anos eu ainda falo segura Lalado e meteu a leitoa pra dentro. Um abraço do amigo Geraldinho Cevidanes.

    Responder
  3. 3

    Wantuil

    O Baranda falou do futebol de Caratinga,mais nao falou do galofante atacante do Caratinga do Calu goleiro e outros mais que nao lembro neste momento,quando eu tiver um tempo irei a Caratinga,e ai falaremos do futebol dos anos 50 e 60 ate a data de hoje,um abraco a minha cidade querida

    Responder
  4. 4

    Raimundo Moreira Júnior

    Bela matéria. J. Baranda certamente não me conhece, saí de Caratinga muito novo, mas eu tenho muita admiração por este grande esportista. Como é rica a história do futebol caratinguense. Quem sabe em um futuro bem próximo, poderemos ter o futebol de volta, revelar talentos, como J. Baranda. Tenho esperança que voltaremos a ter grandes clubes, grandes profissionais da bola e quem sabe, se Deus assim permitir, disputar o campeonato mineiro da primeira divisão.

    Responder

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

® 2014-2019 Diário de Caratinga - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por Xvelox Digital Solutions  Website Security Test