ÚLTIMAS NOTÍCIAS
19:27

Artigos relacionados

Um comentário

  1. 1

    Valdney

    Falta, primeiramente, aceitarmos que somos passíveis de erro e que, por tanto, ninguém é cem por cento ético em seu processo de desenvolvimento humano íntimo e social.
    Aceito isso, é preciso ser otimista em relação à busca por uma sociedade melhor.
    Se há exemplos ruins a nossa volta, importa crermos que sempre haverá possibilidade para fazermos o bem.
    Se, por vezes, o mau nos escandaliza, importa saber que o bem é sempre uma alternativa mais plausível ao senso comum.

    Responder

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

® 2014-2019 Diário de Caratinga - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por Xvelox Digital Solutions  Website Security Test